W

PROGRAMA GOIÁS DE NORTE A SUL SOBRE ( Goiânia - ST. SUDOESTE )




  GALERIA DE FOTOS DA CIDADE



  RESUMO SOBRE O BAIRRO

O loteamento do Setor Sudoeste foi aprovado em 1951. Mas nesta época o bairro se chamava Setor Macambira e compreendia toda a área que hoje pertence aos setores Sudoeste e Jardim América. Dois anos depois, os bairros foram desmembrados, mas o Sudoeste apesar de ter ganhado essa denominação, continuou acompanhado do nome da fazenda que originou toda região: Sudoeste Macambira.

Como acontecia em praticamente toda a cidade naquela época, os primeiros moradores que aqui chegaram, encontraram um bairro com as ruas abertas, mas sem nenhum outro traço de infraestrutura. Não havia água tratada, rede de esgoto e nem asfalto. Os moradores tinham que abrir cisternas e fossas sépticas. No período chuvoso, apesar das dificuldades para se tirar água do poço, pelo menos havia água. Mas na época da estiagem, era um Deus nos acuda. As cisternas secavam e os moradores tinham que se virar como podiam. Uma das alternativas era buscar água no ainda límpido Córrego Cascavel.

Nos primeiros tempos do bairro, nem transporte coletivo chegava aqui. A solução era utilizar a linha de ônibus do Jardim América, descer no bairro vizinho e acabar de chegar em casa a pé. Depois o ônibus chegou e algum tempo depois as ruas por onde ele passava ganhou asfalto. Mas segundo o comerciante José Caetano Mendes, a pista asfaltada era tão estreita que caso o ônibus cruzasse com outro veículo, o último teria que desviar e trafegar na parte de terra, porque não cabiam os dois na pista de asfalto. O transporte precário e a falta de estabelecimentos comerciais nas redondezas obrigavam os moradores a irem longe para fazer compras. No bairro, apenas pequenos “botecos” que vendiam bebidas e gêneros de primeira necessidade.

Outra carência muito sentida pelos primeiros moradores era de escolas. Quando o Setor Sudoeste começou a ser ocupado não havia nenhuma instituição de ensino por aqui. Uma das pioneiras do bairro, dona Aparecida Rodrigues dos Santos, conta que foi um quarto da casa do pai dela, que serviu de escola para os filhos das primeiras famílias do bairro. E ela se sente orgulhosa de ter alfabetizado muitas dessas crianças.

Com o passar do tempo, toda Goiânia foi se desenvolvendo. Aos poucos o bairro foi recebendo os serviços básicos e o cenário, antes de abandono e desolação, foi sendo substituído por ruas largas, asfaltadas, arborizadas; os comércios foram surgindo, cada dia mais e mais; água nas torneiras, energia elétrica nos postes da iluminação pública iluminando as ruas e o sorriso dos moradores, boas escolas, grandes supermercados, enfim tudo foi surgindo e transformando o bairro. A localização do Setor Sudoeste, uma das mais estratégicas da capital, também ajudou a atrair empresários e novos moradores, agora de classes mais abastadas. E o bairro continua em constante mudança. Há pouco tempo foi descoberto pelas construtoras que estão buscando no bairro, grandes áreas, já escassas em outras regiões da cidade, para a construção de edifícios.





  VEJA COMO CHEGAR


DISTÂNCIA DA CAPITAL:
POPULAÇÃO:




Idiomas


Patrocínio

 Laboratório Núcleo Gráfica Web Projetos Fecomércio Sicoob Goiás Central Batershopp Sesc Goiás CDL Goiânia Bomlixo Senac Goiás Levfort

Rede






Revista