Precisa-se de mecânico

Precisa-se de mecânico Na profissão de mecânico, os profissionais qualificados são os mais disputados e também os mais raros no mercado.

Na profissão de mecânico, os profissionais qualificados são os mais disputados e também os mais raros no mercado. Nos últimos anos, a profissão passou por uma grande transformação com o advento dos carros com injeção eletrônica, computador de bordo e cada vez mais tecnológicos. A velha imagem de um mecânico sujo de graxa que aprendeu tudo na prática não cabe mais nas novas oficinas, hoje repaginadas em centros automotivos e centros de reparação. A segmentação também é uma realidade dentro das empresas, sendo que algumas delas são especializadas em veículos importados e às vezes até de uma marca específica, as chamadas monomarcas.

Um mercado de trabalho aquecido, com disputa pelos profissionais teria tudo para ser o sonho dos jovens. Mas, essa não é a realidade. Segundo as entidades de classe da categoria e as escolas de formação, como o Senai - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, há um declínio na procura dos jovens pelo curso de formação na área de mecânica. Os motivos variam e muitos dos profissionais que atuam na área, usam a mecânica como algo provisório, até aparecer algo “melhor”.

Porém, por ser uma área onde há grande demanda por bons profissionais, empresas e centros de formação têm investido cada vez mais em parcerias, sendo que os jovens recém-formados já começam a atuar imediatamente na área, uma segurança para quem está começando. As grandes empresas e concessionárias também têm buscado esses jovens, oferecendo boas perspectivas de crescimento na carreira e salários atrativos.

O Goiás de Norte a Sul vai contar um pouco sobre essa profissão em O Mundo das Profissões – Mecânica, feito para empresas que vão mais longe!




    Idiomas


    Patrocínio

     Bomlixo Parque Memorial de Goiânia SICOOB Lojicred Levfort  Laboratório Núcleo

    Rede






    Revista