Cronista esportivo é morto na porta de emissora

Cronista esportivo é morto na porta de emissora O radialista e cronista esportivo Valério Luiz de Oliveira, foi morto ontem (05/07) quando saía da Rádio Jornal 820 AM , onde trabalhava, localizada no Setor Marista.

O radialista e cronista esportivo Valério Luiz de Oliveira, foi morto ontem (05/07) quando saía da Rádio Jornal 820 AM , onde trabalhava, localizada no Setor Marista. Segundo testemunhas, Valério foi alvejado por seis tiros disparados por um motoqueiro, que estava parado na porta da Rádio a algum tempo. Quando o cronista entrou em seu veículo, os disparos ocorreram.

O SAMU (Serviço de Atendimento Médico de Urgência) foi chamado, mas quando os médicos chegaram, o radialista já estava morto.  Não se sabe ainda o motivo do crime, porém Valério era conhecido por seus comentários polêmicos sobre esportes, e já havia recebido ameaças de morte, segundo familiares e amigos.

Filho do cronista esportivo, Mané de Oliveira, Valério tinha 49 anos, era casado e tinha três filhos. Além de atuar na Rádio Jornal 820 AM, o radialista também trabalhava no Programa “Mais Esportes”, na PUC TV, emissora em que também é exibido o Programa Goiás de Norte a Sul.

Toda a equipe da W Comunicação, produtora dos programas Goiás de Norte a Sul e Histórias de Goiás se sensibiliza com a família de Valério Luiz, e está esperançosa para que esse caso seja resolvido o mais breve possível, e o responsável seja punido de acordo com a lei.



    Idiomas


    Patrocínio

     CDL Goiânia Sicoob Goiás Central Levfort  Batershopp Laboratório Núcleo Sesc Goiás Fecomércio Senac Goiás Gráfica Web Projetos Bomlixo

    Rede






    Revista